Português Italian English Spanish

Trabalhadores da GM de SJC aprovam proposta que garante investimentos de R$ 5 bilhões na fábrica

Trabalhadores da GM de SJC aprovam proposta que garante investimentos de R$ 5 bilhões na fábrica

Na assembleia, os 4 mil trabalhadores dos dois turnos da fábrica, aprovaram por ampla maioria o congelamento de salário e a redução da PLR

Da Redação

Os trabalhadores metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos aprovaram em assembleia, nesta quinta-feira (7), a proposta apresentada pela montadora como condição para a vinda de investimentos de pelo menos R$ 5 bilhões à fábrica local. Com isso, fica selado o acordo em que a empresa se compromete a manter o complexo na cidade.

A assembleia começou por volta das 15h e reuniu cerca de 4 mil trabalhadores dos dois turnos da fábrica, com aprovação por ampla maioria.  A votação foi conduzida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à CSP-Conlutas, que durante duas semanas negociou com a GM em seis reuniões. Neste período, o Sindicato empenhou todo esforço para chegar a um acordo que não penalizasse os trabalhadores. Na nova proposta, agora aprovada em assembleia, a GM desistiu, por exemplo, de aumentar a jornada de 40 para 44 horas semanais e adotar a terceirização irrestrita na fábrica. A pauta traz dez cláusulas que flexibilizam direitos. Por outro lado, no acordo a montadora assegura a viabilização de um novo projeto para a fábrica de São José dos Campos.  “O Sindicato é contra qualquer medida que penalize os trabalhadores, mas respeitamos a decisão da assembleia, que é soberana. Agora vamos nos manter firmes na cobrança para que a GM cumpra o acordo e traga o investimento de R$ 5 bilhões para a fábrica local. Também vamos lutar pela manutenção dos postos de trabalho e estabilidade no emprego”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida

Fonte: SindMetSJV