Português Italian English Spanish

Ataque de jovens mata oito pessoas em escola pública

Ataque de jovens mata oito pessoas em escola pública

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos e Henrique de Castro, de 25 anos, encapuzados entram em escola de Suzano, matam oito pessoas e se matam. Crédito da foto: Rovena Rosa/ABr

Da Redação

Dois jovens encapuzados mataram oito pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (grande São Paulo), por volta das 9h30 desta quarta-feira (13), e cometeram suicídio em seguida. Quatro dos mortos são alunos do ensino médio. Outros dois adolescentes chegaram socorridos, mas morreram no hospital. Entre as vítimas, há ainda dois funcionários da escola pública, um deles a coordenadora. A PM encontrou no local um revólver 38, uma besta (um artefato com arco e flecha), objetos que parecem ser coquetéis molotov e uma mala com fios. Os assassinos chegaram ao colégio alvo do ataque em um carro alugado.
Segundo o Censo Escolar de 2017, a instituição tem 358 alunos da segunda etapa do fundamental (6º ao 9º ano) e 693 estudantes do ensino médio. No local, também funciona um centro de idiomas.
O comandante da PM, coronel Salles afirmou que, antes de entrar na escola, os criminosos passaram por uma loja de automóveis próximo ao colégio. O proprietário do estabelecimento, chamado Jorge Antonio de Moraes, foi baleado por Guilherme, que era seu sobrinho. Moraes levou três tiros – um deles no peito – e está internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo. O estado é considerado gravíssimo.

Fonte: ABr