Português Italian English Spanish

Aviação Comercial: Air Peace compra mais três jatos E195-E2

Aviação Comercial: Air Peace compra mais três jatos E195-E2

A primeira entrega de aeronave está prevista para o segundo trimestre de 2020.

Da Redação

A Embraer anunciou neste domingo (17), no Dubai Airshow 2019, que assinou um contrato de venda de três jatos E195-E2 adicionais, confirmando direitos de compra do contrato original assinado em abril deste ano. Essas novas aeronaves E195-E2 serão incluídas na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do quatro trimestre de 2019 e o contrato está avaliado em US$ 212,6 milhões, com base nos preços atuais de lista. Prestes a se tornar a primeira operadora dos E-Jets E2 na África, o pedido firme da Air Peace, “O E195-E2 é o avião perfeito para expandir nossas operações na África e esse novo pedido é mais uma confirmação de nossa iniciativa de cobrir o maior número possível de cidades que continuaremos a executar”, disse o chairman e CEO da Air Peace, Allen Onyema.

“A Air Peace apreciará a eficiência da aeronave e o passageiro experimentará um nível de conforto incomparável, especialmente na primeira classe – a Air Peace é o cliente de lançamento da nova opção de assentos escalonados premium da Embraer”, disse Raul Villaron, diretor de vendas para Oriente Médio e África, Embraer aviação comercial. “Estamos ansiosos para dar suporte à crescente frota de E2 da Air Peace e aprofundar nossa profícua parceria.”
Subsidiária da Air Peace, a Air Peace Hopper começou a operar seis ERJ145 no ano passado, em rotas curtas. Essa experiência com os produtos e serviços da Embraer, incluindo o programa pool de suporte, e os inegáveis ??benefícios econômicos do dimensionamento correto de aeronaves foram fatores-chave na escolha do E2. Os jatos E195-E2 da Air Peace terão uma configuração confortável de duas classes com 124 assentos. A Air Peace opera mais de 20 rotas locais, regionais e internacionais e tem planos estratégicos para expandir esses destinos.

Legenda da foto: (e/d) Ejiroghene Eghagha, vice-presidente executiva financeira da Air Peace, e John Slattery, presidente e CEO, Embraer aviação comercial.