Português Italian English Spanish

Comerciantes dão exemplos de parceria com São José dos Campos

Comerciantes dão exemplos de parceria com São José dos Campos


Rafaela dos Santos, gerente de loja que vende alimentos e bebidas na Vila Industrial, na foto destaque - Crédito da Foto: PMSJC

São José dos Campos – SP

Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, comerciantes de São José dos Campos têm colaborado e cumprido as regras sanitárias e de saúde para impedir a propagação da covid-19.

Os exemplos se multiplicam por todas as regiões da cidade. São lojistas que se reinventaram e se adequaram aos novos tempos, provando que com vontade é possível continuar trabalhando, gerando renda e mantendo os empregos de seus funcionários.

É o caso de Rafaela dos Santos, gerente administrativa de uma loja que há 30 anos vende bebidas e alimentos na Vila Industrial, na região leste.

A prova de que ela e seus empregados têm trabalhado de forma correta é que seu estabelecimento não foi multado nenhuma vez desde que entrou em vigor, em dezembro de 2020, a lei que limita às 22h o horário de funcionamento das adegas e similares.

"Muita gente reclama da Lei das Adegas, mas considero que ela tem sido boa para a cidade e para os comerciantes que trabalham direito porque contribui para evitar aglomerações", disse Rafaela.

"No caso, o faturamento caiu, mas temos conseguido trabalhar e manter os empregos. Não é a situação ideal, mas este é o momento de todos darem sua contribuição para evitarmos a propagação do coronavírus em nossa cidade", afirmou.

Superação

Outro exemplo é o da comerciante Bianca Zhu (na foto interna), que tem 27 anos e é dona de uma loja na região central que vende bijuterias e eletroeletrônicos.

Ela isolou os setores do estabelecimento onde ficam os celulares, bolsas, malas e bijuterias, e no momento só está trabalhando com conserto de celulares e comercialização de alimentos, atividades consideradas essenciais e que são permitidas pelo Plano São Paulo.

"Estamos nos sacrificando, isolando quase toda a loja, mas é por um bom propósito. Este é o momento de se reinventar e de colaborar. Com boa vontade, é possível cumprir as regras e trabalhar até que a situação melhore e voltemos à normalidade."

Fiscalização

Desde o início da pandemia do coronavírus em março do ano passado, a Prefeitura reforçou a orientação e fiscalização para garantir que os estabelecimentos comerciais cumpram as regras sanitárias.

 

O trabalho realizado pelos agentes do DFPM (Departamento de Fiscalização de Posturas Municipais) integra o programa São José Unida e conta com a colaboração de guardas civis municipais e policiais militares, estes últimos através da Atividade Delegada e da Operação Paz e Proteção.