Português Italian English Spanish

Prefeitura participa de conferência sobre indústria aeroespacial

Prefeitura participa de conferência sobre indústria aeroespacial


Capital da indústria aeroespacial, São José é sede da Embraer, a terceira maior fabricante de aviões do mundo - Foto: PMSJC

São José dos Campos - SP

 

A Prefeitura da cidade está participando como palestrante da Conferência Digital Brasil-Alemanha sobre indústria aeroespacial.

O evento está acontecendo durante esta semana e é promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha.

O objetivo da conferência é debater tendências, estabelecer oportunidades de diálogo e promover avanços bilaterais entre instituições e especialistas do segmento, além de potencializar parcerias entre os dois países.

Também participam como palestrantes representantes do Ministério Federal de Economia e Energia da Alemanha, empresários alemães e representantes do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Parque Tecnológico, entre outros.

A cidade é a capital da indústria aeroespacial no Brasil e também sedia o Cluster Aeroespacial Brasileiro, que conta atualmente com 103 empresas do setor.

Por sua vez, a indústria aeroespacial alemã está em grande ascensão desde a metade dos anos 90. O país está entre os maiores mercados produtores e consumidores do mundo em indústria aeroespacial.

Cooperação

Segundo Sabine Honer, responsável pela Divisão Aeroespacial no Ministério Federal de Economia e Energia da Alemanha, há um enorme potencial de cooperação entre os países.

"É muito bom que, apesar da crise do coronavírus, a indústria agora possa olhar para o futuro e se preparar para a recuperação após a pandemia. As empresas brasileiras e alemãs têm uma profunda amizade de muitos anos e vemos muito potencial na cooperação", afirmou

Em 2016 as cidades de São Paulo e São José dos Campos receberam uma delegação alemã para o segmento aeroespacial e em 2018 foi a vez de uma delegação brasileira visitar Berlim.

O público-alvo do evento são profissionais e empresas atuantes no setor aeroespacial, como desenvolvedores de tecnologia, fabricantes de peças e componentes para aeronaves, prestadores de serviços técnicos, instituições de pesquisa e desenvolvimento e outros.

Fonte: PMSJC