ADC NEWS * O Jornal distribuído nas Indústrias * Circulação SEMANAL * São José dos Campos - SP *
POLÍTICA
Eleição sindical decide futuro da região de SJC

Por Paulo Torraca

 Os operários metalúrgicos Weller Gonçalves e Eder de Andrade (Edão) disputam o  comando do principal Sindicato do Vale do Paraíba. Entre os dias 27 e 28 de fevereiro, cerca de 10 mil trabalhadores estarão aptos a votar na escolha da diretoria que comandará o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região pelos próximos três anos (2018-2021).

A categoria dos metalúrgicos possui mais de 38 mil trabalhadores e uma receita anual de R$ 10 milhões, dinheiro oriundo de contribuição social.

A eleição da nova diretoria, que ficará responsável pelos acordos trabalhistas da categoria profissional com as empregadoras do setor, tem gerado muita expectativa nos metalúrgicos, políticos e empresas, os quais aguardam o resultado da eleição para tomar uma decisão sobre o futuro das empresas metalúrgicas na região.

Nas mãos da nova direção do Sindicato estará em jogo o destino de empresas e os milhares de empregos, diretos e indiretos, dos metalúrgicos do Vale.

Nos últimos 10 anos, o Sindicato registrou conquistas: o melhor piso salarial do país, garantia de emprego ao trabalhador lesionado, entre outras. Os direitos dos metalúrgicos têm desagradado as empresas do setor, que vivem uma notória crise mundial. A direção da GM, inclusive, tem ameaçado fechar o Complexo da Companhia em SJC.

Filiado a CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular) e ligado ao PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados), o Sindicato também é alvo de críticas por apoiar lutas sociais, como a ocupação do Pinheirinho e a questão da tarifa do ônibus.

Duas chapas disputam o comando do Sindicato pelos próximos três anos (2018-2021): a chapa 1, de situação, com o candidato à presidência Weller Gonçalves (foto), 31 anos, técnico de mecânica, operador de máquina na JC Hitachi. Atualmente, responsável pela Secretaria de Saúde e Organização de Base e Formação de Cipeiros do Sindicato.

E, a chapa 2, de oposição, com o candidato à presidência Eder de Andrade, o “Edão”, da Embraer, diretor do Sindicato e dissidente da atual diretoria. A chapa 2 é apoiada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e ligada ao PT (Partido dos Trabalhadores).

Nesta edição, a entrevista com o candidato Weller Gonçalves, da Chapa 1, e na próxima edição a entrevista com o candidato Eder de Andrade, o Edão, da Chapa 2. Confira.

 

ADC News – Qual é a principal proposta da Chapa 1?

 Weller Gonçalves - Manter o Sindicato no caminho da luta, independente de patrões e governos. Garantir cláusulas sociais e afastar a reforma trabalhista da categoria metalúrgica. Saímos da última campanha salarial com uma vitória. Agora o que vale é o negociado sobre o legislado.


 ADC News – Qual é o critério de escolha dos membros da Chapa?

 Weller Gonçalves –Escolhermos os que se destacaram nas atuações do Sindicato e nas fábricas. Muitos são cipeiros. São 41 metalúrgicos de 17 fábricas que vão lutar para garantir a principal conquista de 2017: a manutenção das cláusulas sociais e barrar a Reforma Trabalhista na categoria Metalúrgica.


ADC News – Como foi a sua atuação em 2017?

 Weller Gonçalves – Organizei vários cursos de cipeiros e diversas caravanas de trabalhadores para irem à Brasília. Organizamos a Greve Geral e Protestos contra o Governo Temer e Contra a Reforma Trabalhista e a Previdenciária.

 

ADC News - A diretoria do Sindicato é acusada de radicalismo pelos empresários. Você é radical?

 Weller Galçalves – Engraçado, a imprensa faz esta pergunta com frequência. Não somos radicais. As empresas estão investindo na região e estão sendo criados novos empregos. Agora, não aceitamos abrir mão de conquistas históricas, não aceitamos acordos que prejudiquem o trabalhador.

ADC News – O mapa eleitoral mostra que a maior votação está na GM, onde a atual diretoria venceu com percentuais entre 58% e 75% dos votos válidos. Como está a campanha da Chapa 1?

 Weller Gonçalves - A aceitação é muito boa, estamos confiantes. Precisamos estar mais fortes, pois logo começa a campanha da PLR e da renovação do Acordo Coletivo.

 

CHAPA 1 

Presidente Waller Gonçalves (JC Hitachi) e Vice-presidente Renato Almeida (GM).

Com 33 diretores, sendo 5 da Executiva e 6 do Conselho Fiscal.  O processo eleitoral é monitorada pela Comissão Eleitoral. Mais de 40 urnas e aproximadamente 10 mil trabalhadores tem direito ao voto secreto. Para votar o metalúrgico tem que estar em dia com a contribuição e associado há mais de 6 meses. Após o resultado, a chapa vencedora toma posse e inicia os trabalhos.

 
Compartilhar:

 
Comentários:


Publicidade
Dia dos Namorados no Barbaresco Vale Sul. Inf: (12) 99739-0866
Compre seu Carro e sua Casa sem Juros com a Embracon. Confira!
Comemore seu aniversário no Barbaresco Vale Sul e ganhe o jantar
Volante Show. Volantes a partir de 139,90. Confira
Lançamento em Jacareí - 2 e 3 dormitórios - Construtora Longana
Conheça o Gold Park - no Parque Industrial em São José dos Campos
Jornal ADC News - distribuído nas Indústrias de São José dos Campos
Classificados gratuitos para leitores do jornal ADC News - Confira!
Sorveteria Crenata - 25 anos
 


 
Links
 
 
Siga o Jornal
 
 
Área Restrita
   
Usuário:
Senha:
 
   
 
 



Resolução Mínima de 1024x768 | © ADC News - 2017
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal ADC News.