ADC NEWS * O Jornal distribuído nas Indústrias * Circulação SEMANAL * São José dos Campos - SP *
TRABALHO
IBGE: mulheres ganham menos que homens mesmo sendo maioria com ensino superior

Da Redação 

 As mulheres brasileiras enfrentam desigualdade no mercado de trabalho em relação aos homens. Essa disparidade se manifesta em outras áreas, além do item educação. É o que comprova o estudo Estatísticas de Gênero: Indicadores Sociais das Mulheres no Brasil, divulgado nesta quarta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro.

Tomando por base a população de 25 anos ou mais de idade com ensino superior completo em 2016, as mulheres somam 23,5%, e os homens, 20,7%. Quando se comparam os dados com homens e mulheres de cor preta ou parda, os percentuais são bastante inferiores: 7% entre os homens e 10,4% entre mulheres.

Em relação ao rendimento habitual médio mensal de todos os trabalhos e razão de rendimentos, por sexo, entre 2012 e 2016, as mulheres ganham, em média, 75% do que os homens ganham. Isso significa que as mulheres têm rendimento habitual médio mensal de todos os trabalhos no valor de R$ 1.764, enquanto os homens, R$ 2.306.

A economista Betina Fresneda, analista da Gerência de Indicadores Sociais do IBGE explica que os resultados educacionais não se refletem necessariamente no mercado de trabalho. Segundo ela, as mulheres, por terem nível de instrução maior do que os homens, não deveriam ganhar o mesmo salário, em média, deles. “Deveriam estar ganhando mais, porque a principal variável que explica o salário é educação. Você não só não tem um salário médio por hora maior, como na verdade essa proporção é menor.”

 O IBGE reuniu informações de três pesquisas no levantamento: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), partindo da base do Conjunto Mínimo de Indicadores de Gênero (Cmig), proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU). Somaram-se a isso dados do Ministério da Saúde, do Congresso Nacional e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação (Inep). Os indicadores apurados foram agrupados em cinco temas: estruturas econômicas e acesso a recursos; educação; saúde e serviços relacionados; vida pública e tomada de decisões; e direitos humanos de mulheres e crianças. Dependendo do indicador, o período analisado vai se 2011 a 2016.

Fonte: ABr.

 
Compartilhar:

 
Comentários:


Publicidade
Dia dos Namorados no Barbaresco Vale Sul. Inf: (12) 99739-0866
Compre seu Carro e sua Casa sem Juros com a Embracon. Confira!
Comemore seu aniversário no Barbaresco Vale Sul e ganhe o jantar
Volante Show. Volantes a partir de 139,90. Confira
Lançamento em Jacareí - 2 e 3 dormitórios - Construtora Longana
Conheça o Gold Park - no Parque Industrial em São José dos Campos
Jornal ADC News - distribuído nas Indústrias de São José dos Campos
Classificados gratuitos para leitores do jornal ADC News - Confira!
Sorveteria Crenata - 25 anos
 


 
Links
 
 
Siga o Jornal
 
 
Área Restrita
   
Usuário:
Senha:
 
   
 
 



Resolução Mínima de 1024x768 | © ADC News - 2017
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal ADC News.