ADC NEWS * O Jornal distribuído nas Indústrias * Circulação SEMANAL * São José dos Campos - SP *
POLÍTICA
Deputado Chedid quer punir divulgação de notícia falsa em São Paulo

Da Redação

 Projeto de lei de autoria do deputado Edmir Chedid (DEM) da Assembleia Legislativa de São Paulo cria penalidades para quem divulgar ou compartilhar notícias falsas, as fake news, no estado de São Paulo.

 A proposta será submetida às comissões da Assembleia e, depois, levada ao plenário da Casa para votação. O projeto estabelece multas a partir de R$ 5.000 para os infratores, sem eximi-los das responsabilidades previstas na legislação eleitoral, no Código Penal e no Código Civil.

 O deputado ressalta que a proposta não abrange os veículos de imprensa, nem as publicações de cunho humorístico. "No caminho de uma regulamentação sensata, que busque o equilíbrio entre o livre exercício dos direitos fundamentais e seus limites, sugerimos uma proposta de tipificação como infração administrativa, que certamente constituirá o germe de uma regulamentação mais densa, em âmbito nacional", afirma.

 "Nossa preocupação não é com os profissionais de imprensa, mas com pessoas que, muitas vezes sob anonimato e com interesses escusos, divulgam informações sabidamente falsas, especialmente em meio digital e nas redes sociais, gerando instabilidade."

 Proibições

O projeto de lei 538/2018 veda, no âmbito estadual, "a divulgação ou compartilhamento, por qualquer meio, de notícia ou informação sabidamente falsa, prejudicialmente incompleta, que altere, corrompa ou distorça a verdade, em detrimento de pessoa física ou jurídica, que afete interesse público relevante ou que vise à obtenção de vantagem de qualquer natureza".

 A proposta considera infrator quem elabora fake news, "tendo conhecimento da finalidade a que se destina"; quem divulga fake news em qualquer meio e "quem utiliza ou programa softwares ou quaisquer outros mecanismos automáticos de propagação ou elaboração de comunicação em ambientes virtuais, com a finalidade de gerar notícias ou informações falsas, distorções ou alterações de conteúdo".

 Além das publicações jornalísticas e de cunho humorístico, também não será considerado infração o "compartilhamento de informação ou notícia em redes sociais ou aplicativos" quando não estiver caracterizada a intenção de prejudicar ou afetar a honra ou imagem de pessoas, empresas ou instituições, "nem de obter vantagem de qualquer natureza".

 O mesmo valerá para os casos em que a pessoa compartilhar o conteúdo sem saber que se trata de uma notícia falsa ou, ainda, que deixe claro que a mensagem se trata de uma opinião pessoal sobre o tema.

 Punição

O projeto de lei prevê multa no valor de 200 UFESPs (R$ 5.140, em valores atuais), aplicada sucessivamente em dobro a cada reincidência.

 A multa também será aplicada em dobro caso a disseminação de fake news seja feita por servidor público, e em quádruplo caso ele cometa a infração utilizando recursos, infraestrutura ou conexão do órgão onde exerce suas funções.

 Ainda segundo o projeto, todo o valor arrecadado com essas multas deverá ser repassado a um fundo destinado a ações educativas e de enfrentamento às fake news.

Fonte: ALESP

 
Compartilhar:

 
Comentários:


Publicidade
Dia dos Namorados no Barbaresco Vale Sul. Inf: (12) 99739-0866
Compre seu Carro e sua Casa sem Juros com a Embracon. Confira!
Comemore seu aniversário no Barbaresco Vale Sul e ganhe o jantar
Volante Show. Volantes a partir de 139,90. Confira
Lançamento em Jacareí - 2 e 3 dormitórios - Construtora Longana
Conheça o Gold Park - no Parque Industrial em São José dos Campos
Jornal ADC News - distribuído nas Indústrias de São José dos Campos
Classificados gratuitos para leitores do jornal ADC News - Confira!
Sorveteria Crenata - 25 anos
 


 
Links
 
 
Siga o Jornal
 
 
Área Restrita
   
Usuário:
Senha:
 
   
 
 



Resolução Mínima de 1024x768 | © ADC News - 2017
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal ADC News.